Corpo Harmonioso em Equilíbrio

 

Eutonia, método criado pela alemã Gerda Alexander (1904-1994), é um trabalho corporal que visa a tomada de consciência do próprio corpo.

 

É uma disciplina que nasce na Dinamarca em 1957 a partir das dificuldades que Gerda teve de saúde. Estudiosa das artes, musica, dança, após uma endocardite, devido a uma febre reumática foi obrigada a guardar repouso e começou em seu leito a fazer movimentos para não perder o tônus muscular. Eram movimentos mínimos, com precisão e economia de esforço a fim de não alterar seus ritmos circulatórios e respiratórios.

Gerda passou a observar as reações e sensações do seu corpo e descobriu que podia utilizar recursos físicos naturais a escala humana, obtendo regulações tônicas e organização das estruturas ósseas. Estas alinhadas ganhavam espaço articular e flexibilidade, proporcionando movimentos leves, harmoniosos e menos cansativos.

 

Gerda Alexander não só sobreviveu à doença, como voltou a andar e continuou a ensinar e a pesquisar esta técnica cujo nome é Eutonia, que em grego significa: Eu - equilíbrio harmonia e tonia - tônus.

 

Para Gerda Alexander, ter consciência da capacidade de mover-se e deslocar-se não só iria melhorar a qualidade do movimento, mas a pessoa como um todo, corpo-mente-espirito.

Ter consciência do corpo desenvolvendo a sensibilidade superficial e profunda, podendo influenciar conscientemente nos sistemas, que regulam o tônus e equilíbrio neuro-vegetativo e psicológico.

 

 Estudos  profundos de neuroanatonia , neurologia, fisiologia, psicologia etc,desenvolvidos por Gerda e  estudiosos  do seu método durante todos estes anos, tem colocado a Eutonia como um método de trabalho”d’avant-garde”.

 

Livros - Um Caminho Para a Percepção Corporal- Gerda Alexander

              Eutonia Educação do corpo para o ser- Berta Vishinivetz

 

Com a prática semanal deste método, o aluno (assim chamado pelo eutonista) vai se descobrindo através da experiência vivida pelo corpo.  Aumentando o seu grau de atenção, de percepção, de sensibilidade e do seu potencial criativo, com auxilio de elementos  como: bolas de tênis, bolas de espuma, baguetes de madeira, bastões, entre outros.

 

Orientado pelo Eutonista  o aluno  descobre  recursos internos que o ajudara a obter uma maior consciência corporal, se apropriando do seu corpo, reconhecendo os limites do seu corpo, seu volume,  seu espaço interno (músculos, vísceras, ossos), isto o ajudará a ganhar mais autonomia e segurança, aprendendo a cuidar-se e melhorando a qualidade do seu dia-a-dia.

 

 

Os objetivos desta prática são inúmeros:

 

Desenvolve o conhecimento de si mesmo;

Melhora das funções vegetativas ( função cardíaca, circulação, digestão, respiração);

Melhora a flexibilidade articular, contribuindo para uma melhor postura;

Prevenção a deteriorização articular, artroses, artrites,

Melhora das tensões musculares, fibromialgias, dores reumáticas, lombares, dorsais, cervicais, etc

Melhora na qualidade do sono;

Diminuição do estresse.

 

Zuleide Barbosa Besse

São Paulo

 

 

 

Eutonia/SP

Coordenação Zuleide Besse

 

 

 

 

Quem Somos

 

 

Gazeta Virtual

 

Núcleo de Concepções Filosóficas e Culturais

 

Núcleo de Ciências Acadêmicas e Para-Acadêmicas

 

Núcleo de Expressão Artística

 

ARTIGOS